Certificação CFP: entenda como funciona e por que ela é importante

Escrito por:

Marketing FK

A certificação CFP® (Certified Financial Planner) é fundamental para quem deseja trabalhar como planejador financeiro. Além disso, ela também pode ser útil para profissionais de finanças que lidam com outras áreas de atuação mas desejam expandir suas possibilidades perante o mercado de trabalho.

Levando isso em consideração, surgem algumas questões pertinentes. Como ela funciona? Qual é a importância dela para a sua carreira? Como é o exame necessário para obtê-la? Como se preparar para essa prova? Leia o texto para saber mais!

 

Qual é o conceito e a importância da certificação CFP®?

Em termo resumidos, ela nada mais é do que o principal certificado para quem pretende atuar como planejador financeiro pessoal. Foi criada nos Estados Unidos e trazida para o Brasil pelo antigo Instituto Brasileiro de Certificação de Profissionais Financeiros (IBCPF), que atualmente é conhecido como Planejar— Associação Brasileira de Planejadores Financeiros.

Mundialmente reconhecida, ela se constitui como um dos documentos mais importantes para aqueles que almejam exercer as atribuições comuns ao planejamento financeiro.

Embora seu nome original em inglês tenha se mantido, assim como ocorre em outros países, ela foi adaptada — sob licença da instituição responsável, a Certified Financial Planner Board of Standards — à realidade brasileira.

 

Quais são os requisitos e as particularidades do exame?

Para tentar a aprovação na prova e assim conquistar o seu CFP®, não basta esperar as inscrições abrirem e fazer uma boa preparação. Alguns requisitos são imprescindíveis. Veja logo abaixo quais são eles:

  • ter no mínimo 3 anos de experiência comprovada com atividades relacionadas a clientes pessoas físicas envolvendo planejamento financeiro, fiscal, sucessório ou de aposentadoria — seguros e investimentos também são válidos;
  • possuir e comprovar um curso superior completo e reconhecido pelo MEC.

De acordo com a Planejar, algumas exceções em relação ao tempo de experiência podem ficar sujeitas à análise.

O exame ainda pode ser modular ou feito de uma só vez. Desta maneira, tem uma duração total de 7 horas e 5 minutos, com um intervalo de 1 hora e 30 minutos, sendo que o seu formato é composto por 140 questões de múltipla escolha com 4 alternativas de respostas.

 

Como se preparar para a prova?

Seguir essa carreira, ser aprovado e obter o certificado requer uma preparação bem-feita, que seja capaz de instruir o candidato sobre todos os módulos que são pedidos no exame. São eles:

  • Planejamento Financeiro e Ética;
  • Gestão de Ativos e Investimentos;
  • Planejamento de Aposentadoria;
  • Gestão de Riscos e Seguros;
  • Planejamento Fiscal;
  • Planejamento Sucessório.

 

Por isso, é recomendável fazer bons cursos preparatórios, sejam eles presenciais, sejam em formato de e-learning. Fazendo-os, você se qualifica e aumenta suas chances de obter um desempenho satisfatório na prova, a fim de conseguir a certificação.

Além de impactar sua presença no mercado, ela também servirá para que você se mantenha profissionalmente atualizado, ficando apto a exercer as funções de um planejador financeiro com excelência.

Sendo assim, a certificação CFP®, apesar de demandar experiência e uma preparação completa, é fortemente indicada para alavancar sua carreira e fazer com que você se torne um profissional mais reconhecido.

 

Se você gostou deste texto ou ficou com alguma dúvida, manifeste-se nos comentários. Nós queremos saber a sua opinião!

 

Publicado em 05/04/2018

Compartilhar:

Artigos Relacionados